AULA 11: CUIDADOS COM O BEBÉ I

Enfa. Célia Serra

Olá a todos, o meu nome é Célia Serra e sou enfermeira especialista em saúde materna e obstetrícia.

Convido-vos agora a uma viagem fantástica ao mundo do bebé nas próximas 5 aulas.

E hoje iniciamos com os cuidados especiais de higiene em zonas particulares e a muda da fralda.

Quais os cuidados a ter com o coto umbilical?

  • A evidência clínica nesta matéria refere que a desinfeção do coto com soluções antimicrobianas não é superior à lavagem e secagem do coto no que diz respeito à prevenção de infeções.
  • No entanto, um ponto crucial na prevenção das infeções do coto umbilical é a lavagem das mãos prévia do cuidador. A Organização Mundial de Saúde refere que a técnica” dry care”, ou seja, manter o coto limpo e seco e manter uma vigilância frequente do mesmo e da pele circundante é fundamental e essencial para evitar o aparecimento de secreções purulentas, rubor ou cheiro fétido.
  • Assim, o coto umbilical deve ser limpo durante o banho e se necessário ao longo do dia caso seja conspurcado com fezes ou urina. Deve ser bem seco após a lavagem e a fralda deverá ficar dobrada de forma a que o coto fique para fora.

Relativamente aos olhos,

  • Devem ser higienizados antes do banho se existirem secreções, assim como lavar do canto interno do ducto lacrimal para a porção externa, ou seja, do centro para fora, e usando para isso uma compressa para cada olho embebida em soro fisiológico.

No que diz respeito ao nariz:

  • As manobras de higienização devem ser efetuadas quando se verificar obstrução nasal ou secreções visíveis.
  • Assim sendo, pode fazer-se a aplicação de soro fisiológico sempre com o bebé na posição lateral, e utilizar um aspirador nasal apenas quando o procedimento anterior não é suficiente.

O cuidado a ter com as orelhas reside apenas em limpar com compressa embebida em água antes do banho e secar muito bem, e nunca introduzir cotonetes.

Por último, as unhas devem ser cortadas após o banho, uma vez que nessa altura se encontram amolecidas. Devem manter-se sempre limpas e curtas, de modo a evitar arranhões na pele. Podem cortar-se com um pequeno corta-unhas, próprio para bebés, tesoura de pontas redondas ou lima de cartão.

Na muda da fralda importa referir que:

  • A pele do bebé, na zona da fralda pode ficar irritada devido à humidade e ao amoníaco gerado pela junção das fezes com a urina.
  • Assim, é importante manter esta zona sempre limpa e seca, pelo que deverá mudar a fralda depois do bebé urinar e ou evacuar.
  • Pode optar por limpar esta zona com compressas embebidas em linimento, água, ou água micelar, em detrimento de toalhita húmidas, especialmente se estas tiverem álcool ou perfumes.
  • Estima-se que irá mudar cerca de 7000 fraldas ao seu bebé!!! O que fará com que fique com muita prática …Não lhe parece??

Bem, por hoje é tudo, vemo-nos na próxima aula!

Material de apoio

© 2018 EP Health Marketing SL • Todos os direitos reservados